05 março, 2008

Pontos Gatilho ou "Trigger Points"

O QUE SÃO OS PONTOS-GATILHO?

Os pontos-gatilho geralmente apresentam um sintoma particular traduzido pela clara sensação de "ardor" nos músculos. Esta sensação de ardor está geralmente associada ao resíduo metabólico "ácido láctico" que irrita os tecidos. Em situações normais, os recursos terapêuticos da Osteopatia, podem eliminá-los do tecido muscular, aliviando a sintomatologia do paciente. Mas o que é que acontece quando os músculos permanecem em contracção crónica (e com pouco fluxo circulatório)?

COMO SE FORMA O ÁCIDO LÁTICO?

O acido láctico é produzido pela quebra anaeróbica do glicogénio no tecido muscular, que acontece com esforços repetitivos ou estáticos de longa duração. Ora, se um músculo tem menos aporte de oxigénio, há um aumento de perdas do glicogénio, aumentando a irritabilidade desta área muscular. Quando este processo cíclico se instala, um ou mais nódulos de consistência fibrosa e dura (provavelmente pela agregação do cálcio) podem formar-se nestes tecidos.

ONDE SE FORMAM OS PONTOS-GATILHO?

Existem certos músculos que estão mais aptos a desenvolver pontos-gatilho do que outros, por exemplo nos, Escalenos, Trapézio, Rombóides, Angular da Omoplata e Pequeno Peitoral. Estes músculos sustentam o peso dos membros superiores e são bastante solicitados no dia a dia, principalmente em profissões sedentárias de escritório, tornando-os expostos a um esforço repetitivo diário desenvolvendo pontos gatilho com maior frequência.

COMO DIAGNOSTICAR UM PONTO-GATILHO?

É essencial ter um bom conhecimento de anatomia e claro está, dos Miótomos. Por exemplo, ao palpar um paciente com dor irradiada (palpação que pode ser profunda ou superficial, dependendo da severidade dos sintomas), deve-se procurar pelo "ponto muscular" cuja pressão digital do terapeuta provoque de forma imediata o sintoma. Se não houver irradiação de dor, referida ou distal, não é um ponto-gatilho. O tratamento é por isso diferente do explicado neste artigo.

COMO PREVENIR?

Se a sua actividade requer uma tensão muscular regular e prolongada (trabalho ao computador, falar ao telefone, ficar muito tempo sentado, stress, etc.) tem mais propensão a formar pontos-gatilho, por isso, exercite-se com frequência (um músculo oxigenado e flexível é mais saudável) descanse de hora em hora no trabalho para fazer alongamentos suaves e lentos e andar uns metros, tenha um bom espaço ergonómico (http://osteopatia-aartedotoque.blogspot.com/2010/04/postura-em-2-minutos.html).

TÉCNICA DE TRATAMENTO

Um dos princípios desta técnica é encontrar a área enrijecida, hipersensível e geralmente nodulosa, no tecido muscular. Pressionar firmemente, procurando o ângulo correcto do ponto de tensão. Mantém-se uma pressão firme contínua, ou intermitente, mais ou menos 4 kg, durante 30 segundos (1). Geralmente este tratamento é doloroso e em alguns casos é aconselhado o uso do gelo para anestesiar o local antes do tratamento.

(1) Este é um exemplo de parte de uma técnica Osteopática, que deve ser complementada ou modificada conforme os casos, tecidos afectados e respostas destes, dito isto, o conselho é sempre que procure um Osteopata qualificado para um tratamento eficaz e seguro.

Sem comentários: